Inverno: Fisioterapeuta dá dicas para contornar dores e desconfortos no frio

postado em: Notícias | 0
Inverno: Fisioterapeuta dá dicas para contornar dores e desconfortos no frio



O inverno oficialmente chegou e promete ser um dos mais rigorosos dos últimos tempos, com o fenômeno La Niña. Para prevenir e reduzir os reflexos do frio no organismo, que se tornam mais constantes e intensos causando dores musculares e articulares, a fisioterapeuta Emanuelle Bezerra de Oliveira, do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral (ITC Vertebral) dá algumas dicas. 

Segundo a especialista em Terapia Manual e Postural, alguns fatores que explicam a relação entre frio e dor são o aumento da tensão nas fibras musculares, a contração de vasos sanguíneos e a perda de lubrificação articular e muscular.

“Os músculos se contraem na tentativa de produzir calor, aumentando a tensão nas fibras musculares. Outro fator é o fenômeno chamado de vasoconstrição periférica: os vasos sanguíneos das extremidades se contraem e direcionam o sangue para o tronco, a fim de manter uma temperatura favorável aos órgãos vitais (cérebro, coração, pulmão e outros órgãos internos). Com isso, os músculos e as articulações recebem um menor aporte sanguíneo e ficam mais sensíveis a dor”, explica a fisioterapeuta.

“Além disso, as baixas temperaturas podem provocar um espessamento do líquido responsável pela lubrificação articular e muscular, gerando limitação de movimento. Vale destacar que é comum uma menor adesão aos exercícios físicos nessa época do ano e essa inatividade provoca rigidez musculo-articular e dor”, alerta Emanuelle, que recomenda exercícios, principalmente, para idosos e crianças.

A fisioterapeuta ressalta que pessoas com doenças, como artrite e artrose, por exemplo, têm sintomas acentuados durante o inverno por normalmente apresentarem diminuição na lubrificação articular e maior tensão da musculatura envolvida com a patologia.
“Os exercícios físicos são ótimos aliados para aumentar a temperatura corporal. É preciso movimentar-se, seja com alongamentos, caminhada ou musculação. Uma boa dica é alongar-se ao acordar para melhorar a flexibilidade dos músculos”, afirma.

Para fazer em casa
Para ajudar a prevenir dores e desconfortos, a profissional recomenda, abaixo, alguns exercícios que podem ser praticados em casa: 

Exercício 1:
Em pé, com os pés alinhados e na largura dos ombros. Inspire e ao expirar enrole o corpo para frente, começando pela cabeça e tente alcançar o chão. Sinta o alongamento da coluna e parte detrás das pernas. Se houver muito desconforto, dobre um pouco os joelhos. Inspire novamente e volte à posição inicial enquanto solta o ar. Faça lenta e cuidadosamente. Repita 5 vezes.

Exercício 2:
Ajoelhe-se sobre uma superfície estável e confortável, a partir daí sente-se sobre os calcanhares. Inspire e ao soltar o ar, incline o corpo para frente, levando a cabeça em direção aos joelhos. Mantenha 30 segundos.

Exercício 3:
Deite-se de barriga para cima com ombros e pescoço relaxados. Dobre os joelhos, mantendo os pés apoiados no chão. Cruze a perna direita de modo que o pé fique em contato com o joelho esquerdo. Puxe a perna esquerda, levando o joelho em direção ao peito. Deverá sentir alongar o glúteo direito. Segurar por 30 segundos e repetir com a outra perna.


Observação: É importante respeitar os limites do corpo para evitar lesões nos músculos ou articulações.

Mais informações:
www.itcvertebral.com.br

ITC Vertebral Brasília:

Unidade Lago Sul: (61) 3365-2555 / 9 8625-5885 / 9 9117-3919 / brasilia@itcvertebral.com.br

Unidade Águas Claras: (61) 3568-2533 /
aguasclaras@itcvertebral.com.br


Assessoria de Imprensa
Clarice Gulyas
(61) 9 8177-3832 TIM/ Whatsapp
claricegulyas@gmail.com (Gtalk)
Registro profissional: 9520 – DRT/DF

Feed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.