Páscoa: saiba como consumir chocolates sem culpa!

postado em: Notícias | 0


Páscoa: saiba como consumir chocolates sem culpa!

Nutricionista afirma que até mesmo as opções diets merecem
atenção quando o assunto é ganho de calorias

Por Clarice Gulyas
Tentação nessa época do ano, os chocolates tomam conta dos supermercados em formatos diversos de ovos da Páscoa. E para manter a dieta, nutricionista recomenda o consumo moderado e a escolha por opções mais nutritivas e menos calóricas, como o chocolate amargo.

A nutricionista Nathália Sales afirma que o consumo excessivo de chocolate é o grande vilão durante a Páscoa. Esse tipo de doce, em geral, possui alta quantidade de açúcar e gordura, por isso, a atenção deve ser redobrada. O chocolate branco, nesse caso, é um dos mais prejudiciais à saúde, principalmente para os diabéticos, por conter mais gordura e menos cacau.

“O chocolate amargo é o mais indicado pelos flavonoides (compostos químicos) e pela baixa adição de açúcar e gorduras. Além de aumentar a saciedade, é um excelente antioxidante que ajuda a prevenir o envelhecimento, ainda auxilia na prevenção de doenças cardíacas e aterosclerose.”, explica.

Bom senso

Mesmo quando se tratar de escolhas mais saudáveis, como chocolates com maior concentração de cacau (acima de 70%), que contém menos açúcar e menos leite (os mais escuros), Nathália recomenda o consumo moderado. O mesmo vale para as opções lights e diets.

“Para contornar o consumo exagerado, o indicado é determinar metas diárias. Como a quantidade de chocolate que se ganha é muito grande nessa época, consuma apenas um pedaço por dia (cerca de 30 gramas).”, recomenda.

Até mesmo os chocolates diets merecem atenção quando o assunto é ganho de calorias. Ao contrário dos lights (que podem ter a concentração de gordura reduzida), os chocolates diets possuem grande quantidade de gorduras e geralmente maior valor calórico.

“Tanto o chocolate diet como os normais são bastante calóricos. No caso do chocolate diet não há adição de açúcar, mas, em compensação, a adição de gordura é superior ao chocolate normal, para garantir a mesma consistência. Em alguns casos, ele chega a ser até mais calórico que o chocolate comum, por isso é indicado apenas para diabéticos, não para pessoas que querem emagrecer.”, adverte Nathália.

O vício e o mito

Muito consumido para controlar a ansiedade, o cacau proporciona a sensação de bem-estar por conter um aminoácido chamado triptofano, que é precursor da serotonina. No entanto, o vício em chocolate não pode justificar o consumo exagerado, segundo a nutricionista.

“O chocolate não vicia de verdade. Ele estimula o desejo por conter alguns componentes associados ao vício, como a cafeína, a teobromina, que por terem concentrações muitas baixas, não parecem ter o efeito psicoativo.”, comenta Nathália.


Release 2: Semana Santa: saiba como fugir das tentações e excessos
Nutricionista dá dicas de opções saudáveis de alimentação durante a Páscoa
http://claricegulyas.blogspot.com.br/2014/04/semana-santa-saiba-como-fugir-das.html

Serviço:
Fit Park Academia
http://www.fitparkacademia.com.br/
Feed

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.